Você sabe o que é o Diabetes Gestacional ?

É o tipo de diabetes que surge durante a gestação. Pode aparecer em qualquer fase, mas é comumente diagnosticado durante o último trimestre, em torno da 24 ª a 28ª semana gestacional.

Como é feito o diagnóstico ?

Você pode realizar uma dosagem da glicose no início do pré-natal, que deverá estar abaixo de 92mg/dL e entre a 24ª e a 28ª semana, fazer o teste de tolerância oral a glicose com verificações seriadas da glicose (jejum, após 1 e 2 horas de ter tomado um liquido chamado DEXTROSOL, rico em glicose).

Quais são os fatores de risco para desenvolver o Diabetes Gestacional ?

Idade superior a 25 anos; Histórico familiar de diabetes; Diabetes gestacional anterior; Bebês de gestações anteriores que nasceram com mais de 4 kg; Gestações anteriores com bebê natimorto inexplicável;Tolerância à glicose diminuída ou glicemia de jejum alterada (níveis de açúcar no sangue altos, mas não o suficiente para ser diabetes); Aumento do líquido amniótico (uma condição chamada de polidrâmnio);Excesso de peso antes da gravidez; Ganho excessivo de peso na gravidez; Raças negra, hispânica, indígena ou asiática.

Como deve ser acompanhado ?

Assim que é diagnosticado, deverá ser realizada a monitorizaçao da glicose (na ponta do dedo) antes e após as refeiçoes, acompanhamento nutricional e medico (endocrinologista) regularmente.

Como é o tratamento ?

Baseia-se, fundamentalmente, na dieta e atividade física e caso não sejam atingidos os alvos da glicose desejados para a gravidez (normalmente mais baixos do que para uma diabetica não gravida) será necessária a insulina.

Depois do parto você ficará com Diabetes ?

Geralmente, o diabetes gestacional se cura logo após o parto. Mas se você teve diabetes gestacional, você está em risco para o diabetes tipo 2. Dessa forma, é importante manter os cuidados como dieta e atividade física, mesmo após o nascimento. E realizar o teste da glicose em jejum no sangue após 6 semanas do parto para saber se desenvolveu o Diabetes tipo 2.